27 novembro 2006

laptops por US$ 100 e críticas à análise da ABES sobre programa PC para todos

A venda dos laptops por US$ 100,00 começa em no ano que vem, Nicholas Negroponte (A vida digital, Cia das Letras) é o idealizador da idéia e tem no presidente Lula da Silva seu grande aliado para alavancar o programa "Um laptop para cada criança".

O governo brasileiro também dará início em 2007 a uma nova modalidade do "pc conectado", o Laptop para Todos. A tendência é ter computadores portáteis abaixo de 2,9 mil reais. Hoje, empresas já vendem laptops até a 2.400 reais. Portanto, não será novidade.

Um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) aponta que há uma tendência do programa Computador para Todos (Pc Conectado), do governo federal, incentivar a pirataria. Contudo, artigo de Rafael Evangelista, editor da revista Comciência critica a metodologia da pesquisa e a interpretação parcial pela interessada ABES, que é contra os programas de software livre.

Marcadores: , ,

1 Comments:

Anonymous rosimeri said...

Eu tinha lido sobre isso numa revista, achei que fosse bobagem.
Eu não vejo como boa coisa esse negócio de "Um laptop para cada criança". Quando eu leio essa frase eu imagino o globo terrestre com um arco-íris sobre várias criancinhas felizes.
Pergunte a um menininho de 5 anos o que ele mais quer ganhar? "Um computador e um playstation".
Ok... Ele sabe mexer nisso? Ah, claro, ele aprende. Pra quê? Pra ficar jogando dia e noite?
Outro dia eu não acreditei no que vi... No Programa Domingo Legal, um menino de uns 3 anos, bem pobre, CHORANDO porque queria um playstation, a ponto de comover como se disso dependesse a vida dele. Na hora eu dei risada e pensei: O que está acontecendo com essas crianças?
Fora os video-games, eu acho um sarro os comerciais de computadores dizendo "vai melhorar a nota do seu filho"... "ele terá professores online".
Claro que, há exceções que farão bom uso (eu, por exemplo rss). Mas o que acontece com a maioria? NADA DEMAIS. Aliás, é cada vez mais comum se ouvir falar em erros gramaticais por motivos "internéticos" nas redações. E pior, ainda aumenta o plágio deslavado dos textos, não precisa nem ser criança pra isso. Na própria faculdade eu já vi!!!
Por Deus, dêem bicicletas e cachorros pra essas crianças e deixem que elas aproveitem a infância.

dom dez 10, 08:18:00 AM 2006  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home